Você está aqui

‘Meu Corpo é Real’, projeto que reivindica a moda inclusiva para deficientes

‘Meu Corpo é Real’, projeto que reivindica a moda inclusiva para deficientes

Quem nunca entrou em uma loja e questionou que algumas marcas não pensam em roupas para determinado perfil de pessoas? Provavelmente você já pensou isso inúmeras vezes, quando ao experimentar ou procurar roupas, percebeu que a indústria da moda acaba seguindo um padrão do mercado e acaba excluindo um grande público.

Pensando no direito que todas as pessoas têm em consumir, o projeto #MEUCORPOÉREAL surgiu com o objetivo de levar até a indústria informações sobre um público consumidor que a mesma insiste em não contemplar.

O projeto foi idealizado pela estilista e cadeirante Michele Simões, que sofreu um acidente de carro em 2006 e perdeu o movimento das pernas, a partir daí teve uma nova visão sobre seu corpo, quando ao perceber que antes havia muitas opções de roupas e, agora, encontrava dificuldades de encontrar representatividade para o seu corpo.

Meu Corpo é Real, convida a fazer os questionamentos: Qual corpo é ideal? Já que todos são diferentes, por que existe padrão na indústria da moda?

Para romper essas barreiras, Michele realizou um ensaio fotográfico conceitual para mostrar a visão de pessoas com deficiência, além de evidenciar que existe um público consumidor e que há uma falta de informação na indústria em relação aos corpos fora dos padrões hegemônicos.

Além do ensaio fotográfico, o projeto produziu um mini-documentário contando a história de cada participante.

Para saber mais sobre o projeto, acesse o link.

@fotos: Marco A. de Ávila

Comentários