Você está aqui

O alto custo de funcionários desmotivados

O alto custo de funcionários desmotivados

Você sabe o quanto um funcionário desmotivado pode custar para sua empresa? Há dados provando que a infelicidade e a desmotivação no local de trabalho podem afetar diretamente na produtividade em geral e que é necessário investir na cultura organizacional para que, por meio da performance individual adquira sucesso como um todo, tanto para a empresa, quanto para o bem-estar do funcionário.  

Tomando por base empresas americanas, 70% dos trabalhadores americanos estão desmotivados com o seu trabalho, o que equivale a um custo de US$ 550 bilhões em produtividade perdida por ano, sendo que 46% fracassam em 18 meses. Um outro número mostra que, 80% dos trabalhadores desmotivados, estão insatisfeitos com os seus superiores, o que acarreta até em maiores rotatividades na empresa, tendo um custo estimado em 100% - 300% acima do salário-base do funcionário substituído.  Mas o dado em que a empresa deve se atentar é que, 89% do fracasso e desmotivação desses funcionários são causados pelo mal ajuste cultural da empresa, algo que a organização precisa aplicar para impactar todos os níveis de negócios.

A desmotivação dos funcionários em uma empresa, em sua maioria, não vem de problema externos – casa, estudos, relacionamentos, contas -, mas é causada por uma série de fatores que ocorrem no ambiente de trabalho, por isso é preciso investir em cultura organizacional, pois não só aumenta a satisfação dos funcionários, mas também a felicidade no local de trabalho.

O QUE É CULTURA ORGANIZACIONAL?

Segundo definição do RH Portal “É um conjunto de hábitos e crenças estabelecidas através de normas, valores, atitudes e expectativas compartilhadas por todos os membros da organização. Esse hábito, é a essência e a maneira como ela trata seus clientes e funcionários, o grau de autonomia ou liberdade que existe em suas unidades ou escritórios. A cultura organizacional representa as percepções dos dirigentes e funcionários da organização e reflete a mentalidade que predomina na organização. Por essa razão, ela condiciona a administração das pessoas. ”

Uma empresa que investe em cultura organizacional, tem uma performance de até 202% melhor que outras empresas, o que acarreta em funcionários com 31% a mais de produtividade, 37% a mais de vendas e três vezes mais criativos e por consequência, trabalham mais felizes e a vontade para desenvolver à sua maneira, o que traz benefícios lucrativos à instituição.

Pesquisa mostram que funcionários engajados apresentam mais ideias inovadoras, criam os mais novos negócios e têm mais energia empreendedora. Algo que é benefício para o desenvolvimento do funcionário e da empresa.

Então, compare todas as novas contratações com a cultura organizacional, analisando um dos maiores aspectos: ter um funcionário com valores similares. Outros pontos importantes são reconhecer, frequentemente, as conquistas dos funcionários – não importa quão grande ou pequena que seja-, incentivar a amizade no trabalho – o que ajuda em um ambiente de trabalho melhor e não menos importante, concentre-se nas forças dos seus funcionários. 

A boa notícia é que nem todos estão infelizes com sua carreira ou local de trabalho. De acordo com uma pesquisa feita pela Gallup, 30 milhões de funcionários dizem estar felizes e engajados com o trabalho, o que é um ótimo sinal para o mercado em geral.  

Para saber mais e visualizar o infográfico da pesquisa, clique aqui.

Comentários