Você está aqui

Doe sangue, doe vida

Doe sangue, doe vida

Hoje é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue

Para quem gosta de ajudar o próximo, hoje é uma data importante, pois nesta quarta-feira, 25 de novembro, é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue.

No Brasil, a data foi instituída em 30 de junho de 1964, com o objetivo de diminuir a resistência da população brasileira sobre a doação de sangue, que segundo dados do Ministério da Saúde, o índice de doadores brasileiros é de 1,9% da população, número que chega aproximadamente a 205 milhões de pessoas, o que não corresponde ao ideal para uma população doadora, comparada a outros países.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), para que um país seja doador, cerca de 3% a 5% da população precisa participar dessa ação comunitária. Japão e Estados Unidos, são exemplos de países nesse tipo de ação.

A Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), divulgou um dado interessante, que em cada dez doadores, seis são voluntários – doam sem saber quem irá receber o sangue. Os outros quatro doam por motivos ou pessoas, ou seja, sabe quem irá receber o sangue.

Apesar de não estarmos nos ideais de doadores voluntários, entre 2013 e 2014 foi registrado uma alta de 4,55% nas doações de sangue no Brasil.

No Brasil, qualquer pessoa pode doar sangue, desde que sejam observadas algumas condições a fim de garantir a segurança e qualidade do procedimento:

- Ter entre 16 anos e 67 anos (doadores menores de 18 anos com consentimento formal do responsável legal; maiores de 60, se já tiverem doado antes desta idade).
- Ter peso acima de 50 kg
- Se homem, não pode ter doado há menos de 60 dias
- Se mulher, não pode ter doado há menos de 90 dias
- Ter passado pelo menos três meses de parto ou aborto
- Não estar grávida
- Não estar amamentando criança menor de 12 meses
- Estar alimentado e com intervalo mínimo de duas horas do almoço
- Ter dormido pelo menos seis horas das 24h que antecedem a doação
- Não ter feito tatuagem, piercing ou acupuntura há menos de um ano
- Não ter recebido transfusão de sangue ou hemoderivados a menos de um ano
- Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a doação
- Não ser usuário de drogas
- Não ser portador de doenças infectocontagiosas como sífilis, doença de chagas e HIV (I ou II)

O Dia Nacional do Doador Voluntário, tem a proposta de incentivar a doação e homenagear quem doa.

Faça sua parte também, doe sangue! Esse gesto ajuda a salvar vidas.

Comentários