Você está aqui

Jovens profissionais e universitários usam remédios psiquiátricos para melhorarem seus desempenhos

Jovens profissionais e universitários usam remédios psiquiátricos para melhorarem seus desempenhos

Para estudarem e trabalharem por horas sem perder o foco, vários jovens saudáveis passaram a consumir remédios de uso psiquiátrico e neurológicos, sem ao menos precisarem. As chamadas “smart grugs”, que em tradução livre significa “drogas inteligentes”, estão sendo consumidas em escritórios, cursinhos e universidades. As informações são da “Folha de S.Paulo”.

Pílulas para transtorno de déficit de atenção, narcolepsia e mal de Alzheimer, são entre as mais procuradas. Essa prática não é recomendada e é muito perigosa, pois, apesar de ter alguns resultados, há efeitos colaterais.

O aumento de substâncias psicoestimulantes aumentaram em 25% nos últimos cinco anos.  As mais consumidas entre os jovens são: Ritalina e Ritalina La, Venvanse, Concerta e Stavigile.

Veja a matéria na íntegra

Comentários